Cultura

0
0
0
s2sdefault

Organizado pela Fundação Gregório de Matos (FGM), o Festival Boca de Brasa – Origem e Conectividade começa neste sábado (15), com participação especial da cantora Margareth Menezes. O show da cantora baiana e demais atividades da programação cultural acontecem a partir das 10h, no Espaço Cultural Boca de Brasa Subúrbio 360, em Vista Alegre. Estará presente no evento o vice-prefeito Bruno Reis.

Com direção-geral de Zeca de Abreu, o grande espetáculo terá apresentações em áreas de teatro, dança, música, poesia, grafite, entre outras linguagens. A ideia do diretor é que se forme um mosaico com os artistas, grupos e projetos do Subúrbio, Bairro da Paz, Cajazeiras e Candeal. Os mestres de cerimônia são o cantor e compositor Dão, e a atriz e cantora Denise Correia. O evento terá ainda uma segunda edição com a data a definir.

O Festival tem como objetivo valorizar e dar visibilidade às produções das oficinas realizadas nessas comunidades, tanto no Espaço Cultural Boca de Brasa do Subúrbio 360, primeiro construído pela Prefeitura, quanto através dos projetos contemplados pelo edital da FGM, através dos quais instituições culturais da cidade receberam financiamento por um ano e adotaram o nome do projeto. São eles Pracatum (Candeal); Avançar - da Santa Casa de Misericórdia da Bahia (Bairro da Paz); e JACA - Juventude Ativista de Cajazeiras (Cajazeiras).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Concertos, desfiles de blocos de percussão, teatro musical de rua e roda de samba, farão parte da programação deste final de semana (15 e 16) do Pelourinho Noite e Dia. O projeto, que é coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Diretoria de Gestão do Centro Histórico, possibilita aos baianos e turistas desfrutarem de mais opções de lazer e entretenimento nesta região da cidade.

Os grupos Meninos da Rocinha do Pelô, Tambores e Cores, Kizumba e a Banda Didá, blocos de percussão oriundo do Centro Histórico, farão um desfile pelas ruas do Pelourinho, no sábado (15), às 17h, saindo da praça Terreiro de Jesus. Ainda no sábado, às 19h, no Largo do Pelourinho, acontecerá um teatro musical de rua sobre o escritor Jorge Amado, com trilha sonora de Gerônimo Santana. O espetáculo começa no “velório de Quincas Berro D’água” e termina no “cabaré da Zazá”. Finalizando a programação do dia, às 20h, será realizado o Viradão do Samba, com apresentações em três pontos diferentes – Praça da Sé, Largo do Pelourinho e Rua das Laranjeiras, respectivamente com o cantor Jotazo, o Grupo Bambeia e Samba de Verdade.

A programação continua no domingo (16), a partir das 11h30, na Catedral Basílica localizada no Largo Terreiro de Jesus, com a apresentação do Polo de Orquestras do Pelô (Popelô). A partir das 12h30, acontece, mais uma vez, o desfile com os grupos de percussão saindo da Praça Terreiro de Jesus.

Toda essa programação, que segue animando a região até fevereiro, faz com que as pessoas passem a frequentar mais o Centro Histórico de Salvador, estimulando o comércio e o turismo local, possibilitando geração de emprego e renda. É essa a avaliação da gerente de um dos mais tradicionais bares do Pelourinho, O Cravinho. “Ter eventos aqui no Centro Histórico, além de valorizar a nossa cultura, fortalece o nosso comércio, pois faz com que as pessoas, sejam elas baianas ou turistas, tenham mais atrativos para frequentar o espaço. Consequentemente, esse público acaba se dirigindo até as lojas, bares e restaurantes”, afirma Lucimeire Gomes.

A programação cultural, segundo a gerente, tende a aumentar ainda mais o fluxo de vendas no bar, que já apresenta maior movimentação em razão da alta estação. “É notório o crescimento do movimento aqui no bar. Tem momentos que entope de gente. É uma correria, mas conseguimos da conta de tudo”, declara Lucimeire.

Turista do Rio de Janeiro, Maria Eugênia, de 55 anos, que vem a Salvador com frequência neste período do ano, não perde a oportunidade de visitar o Centro Histórico. “Esse lugar tem uma história muito forte e que não pode ser esquecida, nem deixada de lado. Eu sei que algumas pessoas têm preconceito com o Pelourinho, e fazer eventos aqui é valorizar o local e a cultura dos baianos, além de ser importante para trazer as pessoas para cá para desfrutarem mais das belezas da Bahia”, afirma.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Desde o mês de agosto, cerca de 280 estudantes de escolas públicas municipais tiveram a oportunidade de visitar e conhecer a história de monumentos históricos de Salvador, através do circuito Reconectar, que possibilita o acesso e divulgação de informações sobre os monumentos públicos da cidade, promovendo a construção de valores e pertencimento a essas obras. O projeto faz parte do Salvador Memória Viva, programa de educação patrimonial da Fundação Gregório de Mattos (FGM).

Através das 54 de placas QR Code que foram instaladas em monumentos públicos como as estátuas de Zumbi dos Palmares, Padre Norberto, Castro Alves e a Cruz Caída, os estudantes, usando aplicativo de leitor de leitor para celulares e tabletes, têm acesso a informações em três línguas (português, inglês e espanhol) sobre os monumentos e seus homenageados. As instalações foram e são realizadas em consonância com a disponibilidade da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), que pretende instalar as placas em todos os monumentos públicos da cidade.

Somente em 2018, cerca de 17 monumentos já foram recuperados pela FGM, dentre eles o Conjunto de escultura Tulipas; Conjunto de escultura Valentinas; Conjunto de escultura Altivas; Estátua João Ubaldo Ribeiro; Estátua de Jesus – O Salvador; Caboclo, cabocla e carruagens; Panteão de Pirajá; Herma de Labatut; Meninas do Brasil; Estátua J. J. Seabra; Painel de Carybé; Marco 4° Centenário de Salvador; Chafariz do Senhor do Bonfim; Estátua Visconde de Cairu; Monumento à Riachuelo; Castro Alves; e Chafariz do Terreiro de Jesus.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A gastronomia como patrimônio cultural de Salvador será debatido no último encontro de 2018 do “Patrimônio É...”, a ser promovido pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) nesta terça-feira (11), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha. O evento é gratuito e aproveita justamente o mês que engloba o caruru de Santa Bárbara e os festejos de fim de ano na cidade.

Com o tema “Gastronomia: patrimônio à mesa”, a roda de conversa terá as participações de Piri (Jailton Fernandes), mestre em formação de jovens para gastronomia e proprietário do Boteco do Piri; Vilson Caetano, professor da Escola de Nutrição da Ufba e que vem desenvolvendo pesquisas na área de Antropologia das populações afro brasileiras, alimentação e cultura; e Leila Carreiro, dona do restaurante Dona Mariquita, que tem como proposta resgatar as comidas típicas regionais servidas nas feiras livres da Bahia. A mediação fica por conta de Dalton Soares, repórter da TV Bahia e apresentador do quadro Panela de Bairro.

Preservação cultural – O Patrimônio É... é um projeto do Salvador Memória Viva, programa de atividades de proteção e estímulo à preservação dos bens materiais e imateriais do município. Desenvolvido pela FGM, aborda a questão do patrimônio cultural em diálogo com a história, memória, arquitetura, espaço público, educação, gestão e economia da cultura. Além de manter uma pauta fixa mensal para o tema, promove a educação patrimonial, colabora no direcionamento das ações dos institutos de tombamento e registro, bem como das instâncias de salvaguarda, e instrumentaliza a política municipal para atuar na valorização da memória histórica da cidade.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As bandas Oficinas de Frevos e Dobrados e Rasta Groove dão o pontapé para a primeira noite de Viver Barra, nesta sexta-feira (7). O projeto é realizado pela Empresa Salvador Turismo (Saltur) buscando levar arte, cultura e lazer gratuito a um dos bairros mais animados da cidade. O projeto segue todas as sextas até o dia 1º de fevereiro, exceto no fim de semana que antecede o Réveillon.

O projeto tem início às 18h e segue até as 21h. O palco será montado no Deck do Forte de Santa Maria. A oficina de Frevos e Dobrados abre o projeto, composto por um cantor e um grupo de sopro (clarinetas, sax, trombones, trompetes, tuba e percussão) e promete levar o melhor da música instrumental para o público que estiver no local.

Em seguida, a banda Rasta Groove, formada pelo instrumentista, cantor e compositor Romilson Ferreira e banda levará ao público um repertório de clássicos da MPB, Axé Music, Reggae, Pop e canções autorais. O grupo trará um estilo variado fundamentada no soul music, Ijexá funk, merengue, salsa e axé music, trazendo um som diferenciado e marcante.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Dar asas à imaginação de jovens através da leitura se tornou mais fácil com a Plataforma Caminhos Digitais da Leitura, lançada na noite desta segunda-feira (03) pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura e em parceria com a Casa Salvador (Casa do YouTube). O evento contou com a presença do presidente da FGM, Fernando Guerreiro, do titular da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, do presidente da Cogel, Alberto Braga, subsecretária de educação, Rafaela Pondé, do sócio da Califórnia Media House, Felipe Rartz, e de uma turma da Escola Municipal Visconde de Cairu.

Com a apresentação da titular da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura, Jane Palma, o público conheceu o projeto que tem o intuito não apenas de facilitar o acesso de jovens à leitura com uso de tecnologias ,mas também estimular que os soteropolitanos desenvolvam interesse pela arte da escrita e se arrisquem a publicar na internet os próprios conteúdos dentro dos gêneros romance, conto, crônica, cordel ou poesia.

Para Fernando Guerreiro, uma das características mais importantes da plataforma é o sentido agregador, no qual autores e leitores estarão mais próximos podendo ler e trocar experiências sobre as obras publicadas com maior dinamismo e proximidade. "Nessa plataforma, será possível dialogar diretamente com o autor. O que a internet traz de mais interessante? Primeiro, a democratização absoluta, dando mais espaço para dialogar com pessoas e escritores do mundo inteiro; e segundo, ter uma velocidade", avaliou.

O site é composto por um acervo digital, com títulos disponíveis para leitura em tablet, celular e computadores. A ferramenta também abre espaço para quem tem o sonho de publicar as próprias obras, num ambiente virtual dentro dos gêneros romance, conto, crônica, cordel ou poesia. A ideia é incentivar o hábito da leitura e estimular a produção literária. A publicação só acontece após validação feita pelo moderador técnico da plataforma. Sendo assim, o interessado deve ler atentamente o Termo de Compromisso, bem como as instruções, para ter o livro disponibilizado ao público na biblioteca digital da FGM.

Programa – O Caminhos da Leitura é um programa de arte-educação da Prefeitura, através da FGM, por meio da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura, que visa incentivar o hábito e o prazer da leitura. São promovidas circulação de livros, exposições, contação de histórias, encontros com escritores, oficinas de produção de bonecos e apresentação de Contos Cantados em escolas, bibliotecas e praças da cidade. Apenas este ano, em dois eventos realizados no Dia do Escritor e em outro momento, o projeto distribuiu 22 mil livros.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As ruas do Centro Histórico de Salvador foram tomadas por pétalas vermelhas, cheiro de alfazema e milhares de fiéis que, na manhã desta terça-feira (4), participaram da tradicional festa de Santa Bárbara. Um grande tapete vermelho e branco formado pelos devotos no Largo do Pelourinho homenageava a santa para os católicos e a orixá Iansã para os adeptos do candomblé.

Os festejos marcam a abertura do calendário oficial das festas populares da capital baiana, que até o mês de fevereiro contará com celebrações como a de Nossa Senhora da Conceição da Praia (8 de dezembro), Santa Luzia (13 de dezembro), Bom Jesus dos Navegantes (1º de janeiro), Festa de Reis (6 de janeiro), Lavagem do Bonfim (17 de janeiro) e Iemanjá (2 de fevereiro), encerrando no Carnaval. Para dar mais conforto aos participantes da festa, a Prefeitura montou um esquema especial que envolve ordenamento do trânsito, transporte e ambulantes, além de limpeza, iluminação e controle da poluição sonora.

As homenagens à Santa Bárbara, que é conhecida por proteger os devotos das grandes tempestades, começaram cedo, às 5h com a alvorada de fogos, seguidas pelo repique de sinos e a missa campal, às 8h. Logo após a celebração, os fiéis seguiram em procissão em direção ao quartel do Corpo dos Bombeiros, localizado na Rua José Joaquim Seabra, conhecida como Baixa dos Sapateiros, onde Santa Bárbara é considerada padroeira da corporação.

Vestida de vermelho como pede a tradição, a auxiliar de enfermagem Marisa do Santos, de 66 anos, conta que é devota desde os 13 anos, quando viu a mãe pedir à santa para que conseguisse sobreviver, junto com os seis filhos, enquanto a casa onde morava foi invadida e derrubada pelas fortes chuvas em Pau Miúdo. “Santa Bárbara deu um grande livramento a mim e a minha família. Se hoje estou aqui é graças a ela, que já me livrou de várias enxurradas. A cada ano que passa minha fé continua mais viva e hoje vim agradecer e pedir para que ela nos conceda muita saúde, paz e que, com sua espada, corte todos os males que possam vir em direção da nossa população”, afirmou.

Devota há mais de 40 anos, a aposentada Heloísa Barbosa, de 65 anos, moradora de Nazaré das Farinhas, participava pela primeira vez da celebração e não conseguia esconder a surpresa e emoção com o momento. “Por alguns motivos nunca consegui participar dessa celebração e jamais passou pela minha cabeça que encontraria essa grande quantidade de pessoas juntas por um único motivo, a fé. É muito lindo de ver e tem uma energia única. Eu só tenho a agradecer”, declarou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

“Saber amar é colher a flor / É cultivar o que Deus plantou / É ouvir a voz da razão / É seguir a sua direção”. Estes são os versos iniciais da obra “Saber amar”, escrita pela aluna Maria Eduarda Correia Silveira, 10 anos, e que levou a estudante a ganhar a primeira colocação, na categoria Poesia, do Prêmio Jorge Amado de Literatura. Ela e mais 14 estudantes da rede municipal de ensino – acompanhados dos professores orientadores – receberam a premiação das mãos do prefeito ACM Neto em solenidade realizada nesta terça-feira (4), no Auditório Dom Geraldo Majella, no Garcia.

Além do prefeito, estiveram presentes no evento o secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral; o secretário-chefe de Gabinete, Kaio Moraes; a presidente do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB), Roseli Andrade; o representante da Universidade Católica do Salvador (Ucsal), Celso Cotrim; e a neta do escritor Jorge Amado, Maria João Amado. Além da premiação, também foi exibido um vídeo com depoimento de todos os participantes sobre a importância da iniciativa, promovida através da Smed.

Já na terceira edição, o prêmio foi estabelecido, ainda em 2013, como uma das metas na área da Educação a serem desenvolvidas pela administração municipal, como explicou ACM Neto. “Primeiro para homenagear Jorge Amado e, por outro lado, ser um elemento de estímulo dos jovens para que eles tenham mais interesse pela literatura e conhecer esse mundo extraordinário trazido através de grandes escritores e dos livros. Além disso, intensificar ainda mais o aprendizado da língua portuguesa, que é tão essencial para a formação futura desses jovens. Então, está sendo realizada mais essa edição com ampliação do número de alunos premiados e trazendo essa mensagem de valorização da literatura em nossa cidade. Quem sabe, não temos aqui futuros Jorges Amado?”, ressaltou o prefeito.

Para Maria João, é uma felicidade muito grande ver, a cada edição, novos alunos participando dessa iniciativa. “Vejo as crianças se preocupando muito com a literatura, não apenas em ler mas, também, produzir. Que bom que existe esse prêmio e que a Prefeitura mantenha essa chama acesa”, salientou a neta do escritor, que viveu um longo período em Salvador e utilizou a cidade como inspiração para boa parte das obras, a exemplo de “Capitães da Areia” (1937).

Aluna do 4º ano da Escola Municipal Santa Rita, no bairro de Luiz Anselmo, Maria Eduarda contou que a inspiração para escrever veio da professora orientadora Auxiliadora Maria, e da irmã que costuma escrever letras de rap. Na casa da avó, redigiu o poema e mostrou à professora, que inscreveu o texto na iniciativa. Feliz por ter sido contemplada, ela revelou o que vai fazer com o prêmio: “vou ajudar a minha família”, afirmou, sorridente.

Premiação – Quinze alunos da rede municipal receberam os prêmios de R$ 4 mil para os primeiros colocados, R$ 3 mil para os segundos lugares e R$ 2 mil para a terceira colocação. São três premiados em cada categoria: poesia, conto, romance, história em quadrinhos e videoclipe. Fruto de uma parceria da Smed com o Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB) de Salvador, o concurso é direcionado aos alunos matriculados no Ensino Fundamental I e II e Educação de Jovens e Adultos (EJA) na rede municipal.

Os professores orientadores dos alunos premiados receberam bolsas de estudos de pós-graduação com descontos de 50% para o primeiro colocado, 40% para o segundo e 30% para o terceiro - resultado da parceria com a Universidade Católica do Salvador, que também apoiou o prêmio cedendo os espaços de trabalho das comissões julgadora e organizadora. A premiação contou com o apoio também da Arquidiocese de Salvador, que cedeu o auditório para realização do evento.

Vencedores – Na categoria Poesia, foram vencedoras as alunas Maria Eduarda Correia Silveira (1º lugar), da Escola Municipal Santa Rita; Laura Airla Jesus Paulo De Souza (2º lugar), da Escola Municipal Dra. Maria do Carmo Vilaça; e Ingrid Vitória Santos Ferreira (3º lugar), da Escola Municipal Professor Ricardo Pereira.

As alunas Lara Rafaele Reis Santos, da Escola Municipal Beatriz de Farias; e Ana Cláudia Cerqueira de Jesus Santos, da Escola Municipal Assistência Social São José, conquistaram, respectivamente, a primeira e a segunda colocações na categoria Conto. No terceiro lugar ficou Rafael Carioca da Silva, da Escola Municipal Manoel Henrique da Silva Barradas.

Na categoria Romance, conquistaram o prêmio os alunos Luiz Elias Dos Santos Barreto Neto (1º), da Escola Municipal Pirajá da Silva; Giovanna Valéria Neves Vieira (2º), da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes; e Geovanna Santos Correia (3º), da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes.

Em História em Quadrinhos, classificaram-se em 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, os alunos Matheus Lucas Santana das Neves, da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes; Leandro Vinícius Argolo Lima Filho, da Escola Municipal de Itacaranha Manoel Faustino; e Ueslei Dos Santos Osman, da Escola Municipal Professor Manoel de Almeida Cruz.

Na categoria Vídeo Clipe, o primeiro lugar ficou para a aluna Lorena Borges Lima Conceição, da Escola Municipal Professor Manoel de Almeida Cruz. Na segunda colocação, Arielle Santos Da Silva, também da Escola Municipal Professor Manoel de Almeida Cruz. E o terceiro lugar foi para Stephany Araújo De Sant’ana Conceição, da Escola Municipal Teodoro Sampaio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Dar asas à imaginação de jovens através da leitura se tornou mais fácil com a Plataforma Caminhos Digitais da Leitura, lançada na segunda-feira (3) pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura, e em parceria com a Casa Salvador (Casa do YouTube). O evento contou com a presença do presidente da FGM, Fernando Guerreiro; do titular da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco; do presidente da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), Alberto Braga; da subsecretária de Educação (Smed), Rafaela Pondé; do sócio da Califórnia Media House, Felipe Rartz, e de uma turma de estudantes da Escola Municipal Visconde de Cairu.

A titular da Gerência de Bibliotecas, Jane Palma, apresentou o projeto que tem o intuito de facilitar o acesso de jovens à leitura com uso de tecnologias. Além disso, visa estimular que os soteropolitanos desenvolvam interesse pela arte da escrita e se arrisquem a publicar, através do site caminhosdigitaisdaleitura.salvador.ba.gov.br, os próprios conteúdos dentro dos gêneros romance, conto, crônica, cordel ou poesia.

Para Fernando Guerreiro, uma das características mais importantes da plataforma é o sentido agregador, no qual autores e leitores estarão mais próximos podendo ler e trocar experiências sobre as obras publicadas com maior dinamismo e proximidade. "Você não terá uma publicação estanque. Nessa plataforma, o usuário vai dialogar diretamente com o autor. O que a internet traz de mais interessante? Primeiro a democratização absoluta, dando mais espaço para dialogar com pessoas e escritores do mundo inteiro e, segundo, a velocidade na publicação e nas respostas.”

O site é composto por um acervo digital, com títulos disponíveis para leitura em tablet, celular e computadores. A ferramenta também abre um espaço para quem tem o sonho de publicar as próprias obras, num ambiente virtual dentro dos gêneros romance, conto, crônica, cordel ou poesia. A ideia é incentivar o hábito da leitura e estimular a produção literária.

A publicação só acontece após validação feita pelo moderador técnico da plataforma. Sendo assim, o interessado deve ler atentamente o Termo de Compromisso, bem como as instruções, para ter o livro disponibilizado ao público na biblioteca digital da FGM.

Programa – O Caminhos da Leitura é um programa de arte-educação da Prefeitura de Salvador, através da Fundação Gregório de Mattos, por meio da Gerência de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura, que visa incentivar o hábito e o prazer da leitura. São promovidos circulação de livros, exposições, contação de histórias, encontros com escritores, oficinas de produção de bonecos e apresentação de Contos Cantados em escolas, bibliotecas e praças da cidade. Apenas este ano, o projeto distribuiu 22 mil livros.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...