Esportes

0
0
0
s2sdefault

Apesar das novas restrições da Prefeitura que entraram em vigor na última quarta-feira (9), para conter a disseminação do coronavírus e diminuir a taxa de ocupação dos leitos exclusivos para a Covid-19, as atividades esportivas permanecem na cidade a partir desta sexta-feira (11). No entanto, devem seguir os protocolos de segurança definidos pelas autoridades sanitárias para este setor.

As aulas do Movimenta Salvador, no Pronaica em Cajazeiras, prosseguem de segunda a sexta-feira, das 8h às 9h. Já a Arena Aquática de Salvador vai estar aberta para atletas inscritos de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Quem optar por ficar em casa, vai poder se exercitar acompanhando as atividades esportivas on-line, no canal do YouTube da Semtel. De segunda a sexta-feira, das 8h às 9h, vai acontecer o “Movimento Salvador"; já às terças e quintas, das 6h às 7h, uma programação será voltada para o público da terceira idade, com a aula “Idade di boa”. Também haverá atividades para gestantes, toda segunda e quarta, das 6h às 7h

Conforme a coordenadora de Campeonatos e Eventos Esportivos da Semtel, Petruska Araújo, as atividades esportivas fazem parte do rol de recursos que trazem benefícios para a saúde e alavancam a qualidade de vida humana, portanto necessária. “A inexistência de atividade física propicia o aparecimento de patologias que comprometem o vigor e a saúde de todos, como também onera a saúde pública”, pontua.

“Como cuidados nessa era de protocolos de segurança, no combate à Covid-19, orientamos as pessoas a sempre utilizarem a máscara, a fazer assepsia nos intervalos das atividades e, principalmente, nos itens de apoio que forem utilizados, tais como os pesos, colchonetes, e demais apetrechos de ginástica, por serem compartilhados”, acrescentou Petruska.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A equipe do Complexo Tenístico da Boca do Rio (CTBR), equipamento gerido pela Secretaria do Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel), vai competir com mais sete clubes no II° Bahia Team Cup, torneio com formato de interclubes e organizado pela Federação Baiana de Tênis (FBT). O evento será realizado nas quadras do Clube Bahiano de Tênis, na Rua Oito de Dezembro, na Graça, a partir das 18hs da sexta-feira (4) até o domingo (6), sem a presença de público.

O torneio reunirá oito clubes, academias, associações e equipes que praticam a modalidade em Salvador. O primeiro confronto da Equipe BR será contra os anfitriões no sábado (5), a partir das 10h30. Além deles, a competição reunirá a Associação Atlética da Bahia, o Costa Verde Tênis Clube, o Fair Play Team Salvador, a Associação dos Moradores do Horto, o Condomínio Le Parc e a Academia Winner de Tênis.

Os organizadores do evento Duda Catharino, presidente da FBT e do Clube Bahiano de Tênis, e Adson Cordeiro, membro da comissão organizadora e representante do Fair Play Team, têm boas expectativas para a primeira e única competição do ano após a pandemia. “É um motivo de muita alegria. O normal não é o que estávamos passando nesse momento de pandemia, é jogar tênis, é viver. Passamos tanto tempo separados que o melhor torneio que poderia acontecer no cenário baiano tinha que ser exatamente um torneio de integração entre equipes”, afirma Cordeiro.

Segurança - A competição vai seguir todos os protocolos de segurança orientados pelas autoridades municipais no combate a proliferação da Covid-19 e da própria modalidade esportiva, que foi considerada uma das menos perigosas na transmissão do vírus por não compartilhar materiais e por não exigir contato entre os tenistas. “O clube e o evento têm um compromisso com a saúde e integridade das pessoas. É por isso que tem limitado de todas as formas a quantidade de pessoas no clube, e sem torcida, apenas a equipe e a sua comissão técnica. A permanência no clube é somente com máscara e evitando aglomerações”, completa Cordeiro.

“É muito interessante conseguir realizar e disputar um evento desse nível técnico e de organização com todos protocolos de segurança”, sinalizou Maurício Viana, que é o representante do CTBR na comissão de organização do evento. 

Já Eduardo Santana, outro membro da comissão e também capitão do time na disputa, acrescenta que a expectativa para o torneio é a melhor possível. “A proposta é resgatar a prática do tênis e a união dos clubes, inclusive com a participação da Equipe BR que, mesmo sendo um espaço público, também é considerado como um clube na disputa”, completou.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A equipe de atletas da Arena Aquática Salvador conquistou o título do Campeonato Baiano Master de natação. O torneio foi realizado pela Federação Baiana de Desportos Aquáticos no último sábado (21), na Piscina Olímpica da Bahia, na Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), em Salvador. A equipe da Arena marcou um total de 1.543 pontos, garantindo o primeiro lugar na competição.

A atleta Emanuele Pereira, recordista nos 50 metros livres, contou que a conquista faz parte de um trabalho árduo e dedicado do grupo. Ela nada desde os 4 anos de idade e passou a integrar o time da Arena no início deste ano.

"Foi uma experiência boa, pois não é uma competição como outra qualquer. Por haver pessoas de maior idade, o clima é diferente das demais, onde o importante é superar a si próprio, ainda mais em meio a tudo que estamos vivendo. Sermos os campeões foi a premiação de um trabalho de uma excelente equipe que se dedica todos os dias para nos dar a melhor estrutura e a melhor qualidade de treino possível. Como atleta, me sinto muito feliz em poder fazer parte dessa equipe que é a Arena Aquática Salvador", detalhou.

Para o gestor da Arena Aquática de Salvador, Edvaldo Valério, o feito mostra o quanto Salvador tem potencial esportivo. "É realmente surpreendente para todo mundo. Tínhamos uma programação de realizar algumas competições na casa. Com a pandemia, tivemos que suspender as ações e acabou sendo um ano atípico. Dentro desse pouco tempo, montamos uma equipe forte, coroando com esse título. É um feito importante no sentido de que a Arena vai fazer dois anos de existência, de estruturação desse trabalho e já atingiu um resultado como esse", explicou.

A equipe da Arena Aquática de Salvador iniciou o ano com 145 atletas. Por conta da pandemia, atualmente são 90 atletas em atuação, distribuídos em várias categorias. Na competição, participaram 35 nadadores.

Metas – O gestor declarou que com o título, agora é hora de alçar voos ainda maiores, projetando a participação em campeonatos regional e nacional. "A gestão esportiva em Salvador é embrionária e o projeto inovador. Nossos atletas tem a disposição um equipamento de primeira linha. Vamos traçar novas metas e novos objetivos para 2021 e explorar a Arena também na realização de eventos", completou Valério.

O atleta Renato Barros, que se dedica a natação há mais de três décadas, pontuou que está na hora de Salvador investir ainda mais seus esforços na modalidade. "É importante porque estamos abrindo um espaço que não existia um serviço público, que permite o alto rendimento. Antigamente tinha que ir para um clube particular, hoje tem a Arena, que propicia isso. Quem não tem condições financeiras também pode seguir no esporte", finalizou.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A Secretaria de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) realiza, neste sábado (08), às 15h, a primeira edição do Festival de Ginástica Rítmica Online, através do canal Prof Neidejane no YouTube. A iniciativa é do pólo da Escola Municipal Senhor do Bonfim, localizada no bairro de Plataforma, e que é responsável pela iniciação esportiva na ginástica de 150 meninas de baixa renda. 

O festival foi inspirado no Campeonato de Ginástica Rítmica Online (CampeOnline) de Federação Baiana de Ginástica, realizado no mês passado, e que foi direcionado atletas de alto rendimento. Vão participar do festival, ao vivo, 50 alunas da unidade escolar, com idade até 18 anos, além de ex-alunas que fazem parte da história do projeto de Ginástica Rítmica na Escola da Semtel. 

Outras alunas do pólo de iniciação também terão participação de forma remota com apresentações gravadas, que serão exibidas durante os intervalos do evento. Para a professora, árbitra e idealizadora do projeto, Neidejane Rios, o festival será um recurso para fortalecer o elo das atletas com o esporte mesmo com os desafios impostos pela pandemia. 

As alunas possuem diferentes níveis de habilidade, sendo que algumas tiveram a iniciação interrompida logo no início com pandemia. Atualmente, os treinamentos ocorrem de forma online, às terças, quintas e sextas-feiras. Como eixo principal do festival é o fortalecimento da relação das atletas com o esporte, não haverá avaliação técnica ou atribuição de notas. 

“Neste momento tão difícil que estamos vivendo, percebemos pais e mães atuantes tirando o tapete da sala, levantando a cama ou afastando os móveis para que as filhas possam treinar. O festival tomou uma proporção tão grande que resolvemos abrir até para as ex-alunas, de modo que todas possam mostrar o que dá para fazer em casa. Estamos mobilizando os familiares que estão próximos a participar, e os que estão distantes a interagir através do chat para que elas possam mostrar o que conheceram e o que aprenderam com o esporte”, disse a professora.

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto confirmou, nesta quarta-feira (8), que a Copa do Nordeste 2020 vai ser finalizada em Salvador, após avaliação criteriosa das equipes técnicas de saúde do município e do governo do Estado. A competição seguirá com um protocolo minucioso elaborado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e validado pelos poderes públicos. Não haverá presença de público em estádio. 

"Discutimos com o governo do Estado, analisamos detalhadamente o protocolo apresentado pela CBF e pela Liga do Nordeste e compreendemos que são regras seguras e que é possível autorizar a realização dos jogos em Salvador. Os estádios estarão de portões fechados, sem nenhuma perspectiva de liberarmos a presença de público”, afirmou ACM Neto. 

O prefeito destacou que o protocolo foi pensado de forma rigorosa para a segurança de todos. As medidas devem ser cumpridas desde a chegada das delegações no aeroporto, no caminho para o hotel, no treinamento, concentração, partida e durante toda a estadia das equipes na cidade. ACM Neto reforçou que a atividade não é um vetor potencial de transmissão do coronavírus e que os riscos para os atletas são calculados. 

"Uma das exigências é que todos os jogadores, antes de sair da concentração, em qualquer partida, vão ter que ser testados para a Covid-19. Ou seja, se houver alguém contaminado, vamos descobrir antes da partida. Salvador pretende mostrar ao Brasil, neste momento, que sabe desenhar protocolos rigorosos e criteriosos na liberação de atividades e proibição de outras”, destacou. 

A Copa do Nordeste estava parada desde março e será retomada no próximo dia 21 de julho. A final está prevista para ocorrer no dia 4 de agosto.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault


O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Valéria disponibiliza 200 vagas para aulas gratuitas de Jiu-Jitsu. As oportunidades são destinadas a alunos de 4 a 17 anos, matriculados e frequentando a escola. As aulas acontecem sempre nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 10h às 12h e das 15h às 17h.

Os interessados podem realizar as inscrições até o final de fevereiro no próprio centro, em Nova Brasília de Valéria. É imprescindível que os responsáveis levem originais e cópias do RG, além das originais e cópias do RG do aluno, comprovante de residência e comprovante de matrícula do estudante.

O coordenador do CEU, Délio Lima, destacou a importância do acesso ao esporte para as famílias. “A educação é uma ferramenta imprescindível para a formação dos jovens e, quando aliada ao esporte, muda vidas, assim como tem mudado a realidade das famílias que frequentam o CEU. A modalidade foi tão bem aceita que sentimos a necessidade de ampliar o número de vagas. Ano passado foram 100”.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Valéria, coordenado pela Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), abre inscrições nesta sexta-feira (10) para 700 vagas em atividades esportivas, voltadas para crianças e adolescentes de 5 a 18 anos, e oficinas gratuitas para pessoas a partir de 4 anos de idade.

Os interessados devem comparecer até o próximo dia 17 ao CEU Valéria, localizado na Rua B, Caminho 13 s/n, Nova Brasília de Valéria, das 9h às 16h, para efetuar a inscrição. É necessário levar original e cópia do comprovante de residência, RG do aluno, RG do responsável (para menores de 18 anos) e comprovante de matrícula para estudantes.

As aulas começam no dia 20 deste mês e as atividades esportivas disponibilizadas são vôlei, capoeira, jiu-jitsu, basquete, handebol, futebol e boxe. Já as oficinas têm vagas para zumba, dança, balé, ginastica rítmica e música afro instrumental.

Estrutura – O Centro de Artes e Esportes Unificados é um local criado para integrar atividades e serviços culturais como práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho e serviços socioassistenciais. Em uma área de 7 mil m² com quadra poliesportiva coberta, quadra de areia, pista de skate, área de lazer e salas, a estrutura reúne, em um mesmo espaço, programas, serviços e ações setoriais, visando à promoção da cidadania e à redução da pobreza. Em um ano de funcionamento, já alcançou mais de 10 mil pessoas de diversas faixas etárias.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A seletiva de novos nadadores para compor a equipe oficial da Arena Aquática Salvador será realizada nesta terça-feira (7), às 15h, no espaço localizado na Praça Wilson Lins, bairro da Pituba. As inscrições, por meio do site www. arenaaquatica. salvador. ba. gov. br, estão abertas até amanhã (3). O equipamento é gerido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal do Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel).

Os inscritos serão submetidos a uma avaliação realizada pela equipe técnica da Arena. No dia da prova, é necessário levar óculos, touca e trajar roupa de banho. No ano passado, 80 atletas de alto rendimento já foram identificados e passaram a integrar o grupo, representando Salvador em competições dentro e fora da cidade.

De acordo com o gerente de Esportes Aquáticos da Semtel, Edvaldo Valério, a seletiva tem o intuito de dar oportunidade a atletas de outros clubes e ainda identificar novos talentos, fortalecendo Salvador no cenário dos esportes aquáticos. “Revelamos muitos nadadores em 2019. Nosso intuito é criar oportunidades para atletas de outros clubes treinarem na Arena e ampliar ainda mais esse grupo que irá participar de competições locais, nacionais e até mesmo internacionais”, diz Valério.

Ele faz questão de reforçar que a avaliação tem como foco nadadores de alta performance. “Essa é uma seletiva para recrutar e fortalecer nossa equipe de competição para o ano de 2020. É um momento importante porque tem muitos atletas procurando um local para treinar e nós temos um equipamento de ponta e uma equipe de primeira linha”, assinalou. Já existem algumas competições programadas para Arena Aquática em 2020 e os alinhamentos estão sendo feitos com a Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA), entidade que rege a natação baiana.

Escolinha – Para os alunos da casa, as aulas retornam na próxima segunda feira (6). As inscrições de novas turmas estão previstas para fevereiro, com a data a definir. Com 15 mil m² de área, o espaço abriga a piscina olímpica (50x25 metros), equipamento que foi usado no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de medalhas da natação na Rio 2016, e uma piscina semiolímpica.

A arena conta ainda com uma academia, sala de fisioterapia, sala de atendimento médico, sala para exames antidoping, vestiários para atletas e paratletas e sala de técnicos, dentre outros ambientes. Atualmente, o espaço tem uma equipe formada por sete professores de educação física com especialização em natação e mais seis estagiários que ofertam todo o suporte para os alunos. Somente no primeiro ano de funcionamento, em 2019, a Arena ofertou aulas de natação e hidroginástica para aproximadamente 2,5 mil pessoas.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Há um ano a população de Salvador passou a contar com uma arena esportiva que oferta aulas gratuitas de natação e hidroginástica, durante toda a semana, nos turnos matutino e vespertino. Considerada uma das estruturas mais modernas do Brasil, a Arena Aquática Salvador, na Praça Wilson Lins, no bairro da Pituba, faz o primeiro aniversário neste domingo (22).

Durante essa trajetória, o espaço recebeu cerca de 400 pessoas para realizar a hidroginástica e mais de duas mil já passaram pelas aulas de natação. Nesta segunda-feira (23), serão abertas as inscrições online para atletas que já têm aptidão e desejam integrar a equipe oficial da arena. O equipamento é gerido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel).

Neste final de semana, o complexo sedia a primeira Copa do Norte-Nordeste de Clubes Mini-Mirim a Sênior de Natação. O evento é uma realização da Confederação Baiana de Desportos Aquáticos (CBDA) e da Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA). De acordo com o gerente de Esportes Aquáticos da Semtel, Edvaldo Valério, o equipamento fortalece Salvador no cenário dos esportes aquáticos, além de desempenhar um papel social importante. “A arena é uma ferramenta esportiva que revela talentos e que faz um trabalho de assistência, ofertando gratuitamente esportes a população de Salvador”, frisa.

Segundo ele, neste um ano 80 atletas de alto rendimento já foram identificados e passaram a integrar a equipe oficial da Arena Aquática, representando Salvador em competições dentro e fora da cidade. “Foram esportistas revelados aqui nas nossas piscinas. Nossa ideia é ampliar ainda mais esse grupo, por isso, vamos abrir as inscrições nesta segunda em busca de novos talentos. Quem tem aptidão, pode nos procurar”, salientou. Interessados em fazer parte do grupo devem se inscrever até o dia 3 de janeiro no site arenaaquatica. salvador. ba. gov. br.

Equipamento de ponta - Com 15 mil m² de área, o espaço abriga a piscina olímpica (50x25 metros), equipamento que foi usado no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de medalhas da natação na Rio 2016, e uma piscina semiolímpica. A arena conta ainda com uma academia, sala de fisioterapia, sala de atendimento médico, sala para exames antidoping, vestiários para atletas e paratletas, sala de técnicos dentre outras. Atualmente, o espaço tem uma equipe formada por sete professores de educação física com especialização em natação e mais seis estagiários que ofertam todo o suporte para os alunos.

De acordo com Valério, a arena é o primeiro equipamento aquático gerido pela Prefeitura. “Temos feito um trabalho de iniciação importante e ainda dando oportunidades aqueles que já tem aptidão. Nosso trabalho é aperfeiçoar e inserir esses atletas no cenário esportivo. Temos um equipamento de ponta e que deu muito certo”.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...