Desfile cívico do 194º ano de celebração da Independência da Bahia contará com seis fanfarras compostas por 555 alunos da rede municipal de ensino

Os preparativos para os festejos em Salvador da Independência do Brasil na Bahia estão em fase final pela Prefeitura. Sob a coordenação da Fundação Gregório de Mattos (FGM), o tema das festividades deste ano para o Dois de Julho será "Salvador - Marco da Independência", exaltando o papel da primeira capital do país na luta pela libertação do domínio português. As ações envolvem desde a celebração do Te Deum e chegada do fogo simbólico à cidade, no dia 1º de julho, até o retorno dos carros emblemáticos do caboclo e da cabocla ao Largo da Lapinha, no dia 5.

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) mobiliza 555 alunos de seis fanfarras pertencentes a unidades de ensino da rede para abrilhantar ainda mais o desfile no dia 2. Estarão presentes as fanfarras das escolas municipais- Palestina (Palestina), Professora Alexandrina Santos Pita (Pirajá), Helena Magalhães (Boa Vista de São Caetano), Senador Antonio Carlos Peixoto de Magalhães (Escada), de Fazenda Coutos (Fazenda Coutos) e Teodoro Sampaio (Santa Cruz).  No repertório, as bandas trarão ritmos tradicionais, como frevos, marchas, dobrados e músicas que fazem sucesso atualmente.

A programação das datas que marcam as lutas pela independência do Brasil na Bahia tem início no próximo dia 30, com a saída do fogo simbólico da cidade de Cachoeira em direção ao bairro de Pirajá em Salvador. O fogo será conduzido por soldados do Exército Brasileiro e atletas baianos pelas cidades do Recôncavo: Saubara, Santo Amaro da Purificação, São Francisco do Conde e Simões Filho. O município de Cachoeira, ponto de partida da chama, teve extrema importância na luta pela libertação, por ter rompido com a Coroa Portuguesa em 25 de junho de 1822 e ter se tornado quartel general das tropas libertadoras que lutaram na Bahia contra a esquadra de Portugal.

No dia 1º de julho (sábado), os atos comemorativos começam às 9h, com a celebração religiosa do Te Deum, hino tradicional da liturgia católica de ação de graças, geralmente cantado em eventos solenes e sempre às vésperas da celebração da Independência da Bahia. Este ano, o Te Deum vai homenagear a historiadora Consuelo Pondé de Sena, que dedicou a vida à luta pela preservação e valorização do Dois de Julho. Às 16h do mesmo dia, o fogo simbólico chega ao bairro de Pirajá. No mesmo horário, haverá o acendimento da Pira, no Largo de Pirajá, o hasteamento das bandeiras por autoridades e a colocação de flores no túmulo do General Labatut.

No dia 2 de julho (domingo), ápice das comemorações, uma alvorada com queima de fogos na Lapinha, às 6h, abre a programação da data. Às 9h, as bandeiras do Brasil, da Bahia, de Salvador e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB) são hasteadas sob a execução do Hino Nacional pela Banda de Música da Marinha do Brasil. Em seguida, os carros emblemáticos do Caboclo e da Cabocla são entregues pelo presidente do IGHB, Eduardo Morais de Castro, para que desfilem pelas ruas do bairro da Liberdade, Santo Antônio Além do Carmo, Pelourinho e Avenida Sete de Setembro em direção ao Largo Dois de Julho (Campo Grande). O cortejo cívico que acompanha os carros do caboclo e da cabocla sai da Lapinha às 9h30.

O 194º ano de comemorações do Dois de Julho será finalizado por volta das 17h, no Campo Grande, em ato simbólico de hasteamento das bandeiras do Brasil, Bahia e Salvador, colocação de coroas de flores no monumento ao 2 de julho pelas autoridades presentes e acendimento da Pira do Fogo Simbólico pelo atleta cabo da Polícia Militar da Bahia, José Francisco Rodrigues.

Programação cultural – O dia 2 de julho será celebrado também com diversas atrações culturais. Uma delas é o XXV Encontro de Filarmônicas sob regência do Maestro Fred Dantas, que ocorrerá das 17h30 às 21h30 do domingo (02), no Campo Grande. Também no Campo Grande, na segunda-feira (03), o público vai poder participar do Baile da Independência com a Orquestra do Maestro Fred Dantas, das 18h às 21h30. As celebrações serão encerradas às 18h30 do dia 5 de julho com a volta dos Carros Emblemáticos à Lapinha. O ato contará com a participação da orquestra do maestro Reginaldo de Xangô, Fanfarras e Grupos Culturais.

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...