Geral

0
0
0
s2sdefault

Terá início neste sábado (21) a 2ª Edição da Copa das Ligas, torneio promovido pela Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel). A abertura está prevista para 13h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Piatã. Ao todo vão participar da competição 400 atletas distribuídos em 16 equipes, com idade a partir de 16 anos. A copa segue até o dia 15 de setembro e os jogos serão realizados tanto na AABB quanto no Clube Costa Verde.

A competição conta com a parceria da Federação Bahiana de Futebol e com os clubes Costa Verde e AABB. Na abertura, serão realizados dois jogos, sendo o primeiro entre a Liga Baixiense e Tancredo Neves, e a segunda disputa entre os times Liga da Mata Escura e Liga de Arenoso.

De acordo com o titular da Semtel, Geraldo Júnior, esse torneio é um mecanismo para a descoberta de talentos no esporte. “Acredito no esporte como uma ferramenta de inclusão social e de mudança de vida. Estes eventos possibilitam valorizar os jovens que mais necessitam com a possibilidade de revelar talentos”, ressaltou o titular da pasta.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Gerência de Bibliotecas, Livro e Leitura, participa mais uma vez do projeto “Esqueça um Livro e Espalhe Conhecimento”, com ações de distribuição de volumes pela cidade. O projeto acontece todo ano no dia 25 de julho, em comemoração ao Dia do Escritor, quando acontece a mobilização nacional da campanha, mas uma ampla programação acontece durante a semana em Salvador.

Este ano, a FGM traz três novidades: a primeira é o “Encontro com autores das Bibliotecas Comunitárias de Salvador”, uma maneira da ação passear pelos bairros da cidade e apresentar os escritores dessas regiões. Nesta quinta-feira (19), o encontro acontece em Escada, no Subúrbio; dia 20, no Calafate; 23, Calabar; e dia 24, na Cidade Nova, sempre às 14h, culminando no dia 25 com o “Sarau com Escritores das Bibliotecas Comunitárias”, das 14h às 17h.

A segunda novidade é com relação ao local do dia 25: além da Nova Estação da Lapa, acontecerão atividades no Largo Dois de Julho e na Praça da Revolução, em Periperi. A terceira é o “Recital de poesia” com a participação do diretor da instituição parceira, a Aliança Francesa, Mamadou Gaya, que declamará trechos de diversos poetas, nas Plataformas do Térreo da Lapa, dia 25, das 10h às 12h.

Também no dia 25, cerca de 30 agentes da FGM e parceiros participam da mobilização e vão “esquecer” livros nos pontos focais da ação. Serão deixados exemplares nos bancos dos ônibus e em pontos estratégicos da estação Lapa, com atividades das 9h às 12h, e das 14h às 16h; do Circo de Um Homem Só, que se apresenta nas Plataformas do Subsolo; performance do grupo História de Raiz, abordando sobre a importância dos livros e da leitura, no Térreo, em frente acesso ao Metrô; além dos alunos do Projeto Dom Quixote, que realizarão dinâmicas e performances dentro do contexto da importância de ler e difundir a informação.

Já no Dois de Julho, a programação acontece das 16h às 18h, com o cortejo poético puxado pela turma da SUP - Sociedade Unificadora de Professores, com a participação especial de Bule Bule, que vai distribuir livros nos bancos da praça, nos pontos de ônibus do entorno e circulando desde o Largo do Mucambinho, passando pelos Feirantes, até chegar no Largo.

Dentre os volumes “esquecidos” estarão os livros do Selo João Ubaldo Ribeiro, publicado pela própria Fundação, além dos que estão sendo coletados com parceiros e entre os seus colaboradores. Um bilhete vai informar ao novo dono que o livro passa a pertencer a ele. A iniciativa conta com a colaboração de instituições parceiras como a SUP, Aliança Francesa, Circo de Um Homem Só, Dom Quixote e Grupo História de Raiz, além da gestão da própria Estação Nova Lapa.

A proposta é deixar um livro em qualquer lugar da cidade (ônibus, metrô, elevador, banco de praça) com um bilhete para o futuro dono ter a certeza de que pode ficar com o objeto encontrado e a sugestão de que ele também participe do movimento. Para fortalecer a campanha, a FGM sugere que todos que participarem da ação publiquem fotos e relatos em suas redes sociais com as hashtags #fizmaisumamigo e #esqueçaumlivro.

Mobilização nacional - A campanha começou em abril de 2013, em São Paulo, pela iniciativa individual do jornalista Felipe Brandão. A ideia é inspirada no conceito de BookCrossing, criado nos EUA no começo dos anos 2000 e combina leitura e urbanidade, com vistas a gerar um efeito em cadeia em favor do acesso à leitura. Simples na teoria e na prática, o projeto não tem mais intenções do que espalhar livros e difundir a leitura pela cidade.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os avanços na área da tecnologia a serviço do cidadão, realizados pela Prefeitura, já colocam Salvador na lista das cidades mais inteligentes do mundo. A capital baiana é a única do Norte/Nordeste a figurar no ranking de 165 smart cities na quinta edição do estudo IESE Cities in Motion Index 2018, divulgado pela Forbes na quarta-feira (18) e que coloca a cidade na 147ª posição. Além de Salvador, apenas outros cinco municípios brasileiros estão presentes no ranking: São Paulo (116ª), Rio de Janeiro (126ª), Curitiba (135ª), Brasília (138ª) e Belo Horizonte (151ª). A líder mundial é a norte-americana Nova Iorque. 

Preparado pelo Centro de Globalização e Estratégia do IESE Business School, o índice analisa o nível de desenvolvimento das cidades em 80 países, em nove dimensões consideradas fundamentais para uma cidade inteligente e sustentável. São elas: capital humano (desenvolvimento, atração e promoção de talentos), coesão social (consenso entre os diferentes grupos sociais de uma cidade), economia, meio ambiente, governança, planejamento urbano, alcance internacional, tecnologia, mobilidade e transporte (facilidade de locomoção e acesso a serviços públicos). 

O titular da Secretaria Municipal Cidade Sustentável e Inovação (Secis), André Fraga, ressalta que o resultado é fruto do esforço que vem sendo feito por todos os órgãos municipais desde 2013. “São ações que envolvem desde infraestrutura, tecnologia e possibilidade de participação cidadã até o diálogo com a sociedade civil. Podemos observar que Salvador desenvolve todos os critérios adotados pelo estudo. A presença da capital baiana em grupos como o C40 (Grandes Cidades para Liderança do Clima) e ICLEI (Governos Locais para Sustentabilidade) também contribui para o desenvolvimento dessas ações. O índice dá uma energia extra para continuar nesse caminho, lembrando que tudo isso é resultado do esforço conjunto do poder público, dos setores empresarial e acadêmico e da sociedade civil”, afirma. 

Dentre as iniciativas que passaram a tornar Salvador cada vez mais inteligente e sustentável estão a adoção de aplicativos como o NOA Cidadão, CittaMobi e Coleta Seletiva; implantação de agenda e criação de comitê interno de inovação; criação do Hub Salvador, no Comércio; estabelecimento de um grande calendário de eventos de inovação e lançamento de editais para atração e desenvolvimento de startups, na busca de soluções tecnológicas para atender às necessidades da gestão municipal e dos cidadãos. Tudo isso está incluso em dois dos eixos do megaprograma municipal Salvador 360, denominados Cidade Inteligente e Cidade Sustentável. 

Novidades – Outras ações já estão sendo preparadas para fazer com que a tecnologia seja ainda mais aliada na eficiência da gestão e prestação de serviços à população. De acordo com André Fraga, a cidade deverá ter a conectividade melhorada por meio de um projeto que está sendo desenvolvido pela Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), o Conecta Salvador. Também está sendo criada uma agenda para implantação de sistema de geração de energia solar em imóveis. Além disso, deverá ser criado um centro de inovação para tecnologia de impacto social no Parque da Cidade (Itaigara), em parceria com o Parque Social.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Consórcio BRT iniciou, nesta quinta-feira (19), obras de revitalização e alargamento da calçada próximo ao Centro de Atenção à Saúde Professor Doutor José Maria de Magalhães Neto (Cepred), na via marginal da Avenida ACM, defronte às concessionárias Volkswagen e Citroen. O estacionamento que existe em frente a essas lojas de automóveis será retirado para a ampliação do passeio. Além disso, lombo-faixas serão implantadas para permitir o acesso seguro à unidade de saúde.  

Não haverá alterações no fluxo para automóveis nesse trecho e nem a retirada do estacionamento de Zona Azul que fica ao longo da pista marginal depois do Cepred. Essas intervenções irão corrigir problemas de ondulações visando facilitar o trânsito de pessoas com mobilidade reduzida, sobretudo cadeirantes. 

Já o canteiro por onde passa o canal Camarugipe, na região do Cidadela, próximo à Comercial Ramos, começou a receber ontem (18) os tapumes, tanto na via marginal como na ACM. A partir do dia 1º de agosto, após uma ampla campanha de divulgação feita pela Prefeitura sobre as intervenções e alterações no fluxo para pedestres, não será mais permitida travessia nessa área. A travessia da pista marginal para as vias principais, e vice-versa, só poderá ser feita pelas extremidades, por fora da área tapumada, a partir de 1º de agosto.  

Essas intervenções na Avenida ACM antecedem a outras previstas para o primeiro dia do próximo mês, que envolvem alteração de pontos de ônibus e mudanças viárias nas vias principal e marginal da Avenida ACM, no sentido Cidade Jardim, por conta da implantação do trecho um do projeto do BRT, com o início da construção de viadutos, elevados, ciclovia e corredores exclusivos de tráfego. 

As mudanças, sobretudo, são fundamentais para garantir a segurança da população durante o período de obras. O projeto do BRT vai promover avanços na mobilidade tanto para quem anda de transporte público quanto de carro, de bicicleta ou mesmo a pé, solucionando problemas de engarrafamento e oferecendo mais qualidade de vida, na medida em que as pessoas irão perder menos tempo no trânsito nessa que é a área mais movimentada da cidade. Ou seja, os benefícios no futuro próximo serão consideravelmente maiores do que os eventuais transtornos do presente. 

Pontos de ônibus – Em função do isolamento por tapume de toda essa área em obras, o ponto de ônibus localizado na Avenida ACM em frente à Igreja Mundial do Poder de Deus será deslocado para perto da faixa de pedestre e da sinaleira que ficam 350 metros mais adiante, no sentido Comercial Ramos. Quem atualmente pega o ônibus neste local terá como opção o novo ponto mais à frente ou aquele situado nas imediações da IURD, que não sofrerá modificação. 

Já o ponto de ônibus da região do Cidadela, que tem baixo movimento e fica em trecho onde haverá obras, será suprimido. Quem pega o transporte público nesse local terá como opção o ponto que fica mais adiante, logo depois da sinaleira que permite a travessia segura para o McDonald's. Uma segunda opção é a outra parada de ônibus próxima à Comercial Ramos, que também não sofrerá modificação. Vale frisar que não haverá mudanças no itinerário de linhas do transporte público. 

Fluxo para automóveis – Nessa etapa de alterações, que deve durar um ano, não haverá mudanças significativas no fluxo viário para quem utiliza o automóvel. Em função da área tapumada ocupar parte da via ACM, a pista principal será alargada, preenchendo também o canteiro central.  

As pistas de entrada e saída de veículos da via marginal, na área do Cidadela (após o retorno da Polêmica), serão fechadas. Outra informação importante é que a velocidade máxima nos trechos de entrada e saída de veículos pesados nos canteiros será de 40km/h enquanto durarem as intervenções (hoje os limites são de 60km/h e 70km/h, respectivamente). Essa modificação temporária, que acontece sempre que há obras de grande porte em vias públicas, é necessária por questões de segurança, já que haverá tráfego de veículos pesados e obras próximas às faixas de rolagem. 

Todas essas mudanças serão sinalizadas pela Prefeitura, que intensificará a presença de agentes de trânsito no local para orientar os motoristas no início das alterações. A sinalização será tanto vertical quanto horizontal, para motoristas, pedestres e usuários de transporte público. Essa comunicação visual será reforçada com monitores digitais da Transalvador e distribuição de panfletos, além de campanha publicitária. 

Novo modal – O projeto do BRT envolve melhorias na mobilidade, infraestrutura e no transporte público das avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães Júnior e ACM, na área mais movimentada da cidade, com alta empregabilidade e densidade populacional. O primeiro trecho, que está em fase inicial de obras, a cargo do Consórcio BRT, liga as regiões do Parque da Cidade e do Iguatemi. 

Serão construídos dois viadutos direcionais nos acessos ao Parque da Cidade e ao Cidade Jardim; dois elevados paralelos na região do Cidadela; dois viadutos na área do Hiperposto; e mais um elevado no Iguatemi que permitirá a integração do BRT com a estação de metrô. Essas estruturas visam melhorar a mobilidade na região, eliminando cruzamentos, semáforos e engarrafamentos. 

Além disso, graças aos viadutos e elevados, será possível a criação de duas faixas expressas em cada sentido da Avenida ACM, aproveitando as pistas de rolagem existentes hoje, por onde automóveis poderão transitar sem passar por sinaleiras, de forma livre. Duas faixas feitas em concreto irão assegurar a circulação dos ônibus especiais e com ar-condicionado do BRT, também sem pegar trânsito ou sinaleira. 

As pistas lindeiras (duas de cada lado da ACM, nas marginais) irão permitir o acesso às residências, estabelecimentos comerciais e bairros no entorno, bem como a travessia de pedestres em faixas com sinaleiras e o acesso às estações do BRT, que ficarão sob os elevados. Haverá ainda uma ciclovia segregada em toda a extensão do novo modal de transporte. 

Uma passarela nova será construída em frente à região do Iguatemi, sobre a Praça Newton Rique. E a passarela do Hospital Teresa de Lisieux será substituída por uma nova, dentro dos padrões universais de acessibilidade. As obras do BRT irão acabar não só com os engarrafamentos nessa região por onde circulam 340 mil pessoas diariamente apenas de transporte público, mas também com os alagamentos que frequentemente atingiam vias como a ACM em períodos chuvosos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) CSU de Pernambués promoveu, nesta quarta-feira (18), atividades para estimular lições sobre preservação ao meio ambiente e consciência ambiental. A ação faz parte do projeto “Jogue Limpo com a Natureza” - uma parceria com a Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), o Centro Social Urbano do Bairro (CSU) e a Secretaria Municipal de Educação (Smed). Os pequenos estudantes participaram do plantio de árvores frutíferas no espaço do CSU, um ambiente multidisciplinar frequentado pelas crianças da escola, idosos que são atendidos no Centro e também pela comunidade. 

O trabalho, que vem sendo construído desde o ano passado em parceria com Centro Social Urbano de Pernambués, tem o objetivo de trazer a conscientização para as crianças e de mostrar como é importante preservar o meio ambiente e a natureza. “É um trabalho feito a várias mãos. No ano passado, começamos a desenvolver esse projeto e vimos que tínhamos um espaço amplo e aberto para fazer o plantio de árvores. Se as crianças não tiverem essa consciência ambiental agora, futuramente não terão árvores para sombra, colher bons frutos e ajudar o meio ambiente a se desenvolver, e todas elas estavam ansiosas para pôr a mão na massa”, disse Carla Paiva, diretora do CMEI. 

Sessenta e três alunos participaram do plantio das mudas de mangueira, cajá, araçá e jabuticaba. Antes de começarem, as crianças tiveram uma aula sobre consciência ambiental. Em grupos, os alunos tiveram a oportunidade de plantar as mudas orientados pelos biólogos da Secis, que também explicaram as características de cada espécie. “Elas aprenderam aqui o que cada planta necessita para sobreviver, além de conhecerem um pouco mais sobre cada árvore e de quanto tempo elas precisarão para crescer e começar a dar frutos”, explicou a bióloga Elaine Souza. 

Para Vânia Bonfim, mãe do aluno Ícaro Lucas, de 5 anos, esse momento foi especial. “É importante saber que ele aprendeu a cuidar da natureza, como se planta, como evitar o desmatamento e preservar o meio ambiente. Com certeza ele vai levar isso para o resto da vida. Experiência e aprendizado ninguém tira”, concluiu ela. 

Além de ser utilizado como área de lazer da comunidade, o espaço no Centro Social Urbano serve como local de atendimento aos idosos que participam de atividades laborais e de cidadania. De acordo com a coordenadora do CSU, Rose Rian, esse projeto vai trazer mais interação com a comunidade, que já aproveita os espaços do local para fazer exercícios e ter momentos de relaxamento. ”Percebemos que não tínhamos muito verde em nosso pátio e agora, com o plantio dessas árvores, a população pode esperar um espaço mais arborizado, com sombra e com mais natureza”, finalizou.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Diretoria de Ações de Defesa do Consumidor (Codecon) participou nesta quarta-feira (18) de uma reunião no Ministério Público da Bahia (MP-BA), no Centro Administrativo, para apresentar os resultados da Operação Diesel – ação fiscalizatória que analisou os preços praticados pelos estabelecimentos após a redução de R$0,46 no preço do litro do diesel, anunciado pelo governo federal e em vigor desde o dia 1º de junho. 

A fiscalização foi fruto de uma ação conjunta da Codecon com o Procon, Ministério Público e Agência Nacional do Petróleo, Gás natural e Biocombustíveis (ANP). Na operação, foram vistoriados 99 postos de combustíveis, sendo que 88 foram notificados e 78 apresentaram respostas e documentos. Os dez postos que até então não se manifestaram sobre as notificações responderão por desobediência e enfrentarão processo administrativo passível de multa, que pode variar entre R$600 a R$6 milhões. 

Foi apresentado para o MP o quantitativo de empresas notificadas durante a operação e quantos estabelecimentos responderam ao órgão posteriormente. “Passamos ainda para o Ministério Público que a maioria dos postos vistoriados repassaram o desconto do diesel para o consumidor final. Uma parte dos postos concedeu R$ 0,46 e outra parte dos postos R$ 0,41”, explicou o diretor da Codecon, Alexandre Lopes. 

Como a diretoria está finalizando a análise das respostas das empresas e os documentos apresentados, a Codecon terá até a próxima quarta-feira (25) para expor o relatório final da operação.  

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Av. Mário Leal Ferreira (Bonocô) será parcialmente interditada pela Transalvador nesta quarta-feira (18), entre 22h e 3h da madrugada, desde a saída do Vale do Ogunjá até a Casa Eloy, sentido BR-324. A interdição é necessária para viabilizar obras de manutenção corretiva em uma passarela, realizadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). Durante a operação, apenas uma faixa de tráfego estará liberada para a passagem de veículos, que poderá ser fechada em momentos pontuais, para segurança dos condutores que estiverem no local. Entre os serviços que serão executados neste período estão substituição de placas do piso, retirada de pichação, além da lavagem do equipamento.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em função dos serviços de manutenção que a Coelba vai fazer na rede elétrica no bairro dos Barris, nesta sexta-feira (20), a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) informa que não haverá funcionamento nas unidades públicas municipais localizadas nesta região. Isso significa que não haverá atendimento ao público por parte da própria Semge, Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Transalvador e Fundação Mário Leal Ferreira. As unidades voltarão a funcionar normalmente na segunda-feira (23), com atendimento ao público das 8h às 12h e das 13h às 17h.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O número de escolas municipais de Salvador em funcionamento nesta quarta (18) aumentou comparativamente aos balanços dos últimos três dias, passando de 378 para 383 unidades, que correspondem a 88% da rede. É o que aponta levantamento divulgado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed). Conforme o balanço, apenas 51 escolas se mantém na greve dos professores.

A Prefeitura vinha mantendo um diálogo aberto e democrático com as lideranças da APLB Sindicato, com avanços em vários pontos da pauta - processo que foi prejudicado com a deflagração da greve. A baixa adesão à greve deixa claro o viés político-partidário do movimento conduzido por membros de partidos de oposição ao governo do prefeito ACM Neto.

A proposta da Prefeitura é de 2,5% em julho, que, somada ao reajuste de 2,5% aplicado em setembro de 2017, totalizaria um aumento de 5% em menos de 12 meses. A expectativa da Prefeitura é que a greve seja finalizada para que se retomem as tratativas para o fechamento do acordo salarial de 2018.

Avanços - A gestão de ACM Neto reajustou a remuneração dos professores em 7,8%, em 2013. Em 2014 e 2015, os aumentos foram de 8,34% e 8%, respectivamente. Além disso, aprovou e implementou o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da Educação (PCCV), em 2015, o que representou um avanço nas conquistas da categoria e no reconhecimento do trabalho dos professores e gestores da educação do município.

O plano serviu para consolidar gratificações específicas e criar novas vantagens, incentivando o aprimoramento profissional dos servidores da área. Também garantiu um terço da jornada de trabalho destinado às atividades extraclasse para preparação de aulas, avaliação da produção do educando, reuniões escolares, contato com a comunidade e formação continuada. A aprovação do PCCV acrescentou uma despesa extra de R$ 100 milhões anuais para o município, que tem que contratar novos profissionais para suprir a demanda.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...