0
0
0
s2sdefault

O Mercado Modelo, monumento turístico e histórico localizado no Comércio, teve os 20 painéis que compõem as fachadas laterais do equipamento totalmente restaurados. O trabalho de revitalização promovido pela Prefeitura, através da Fundação Gregório de Matos (FGM), deu nova roupagem às pinturas que retratam temas diversos da cultura baiana, como a Lavagem do Bonfim, Festa de Yemanjá, Elevador Lacerda, puxada de rede, orixás e roda de capoeira, com destaque à obra de Jayme Figura, falecido recentemente, que retrata uma cena da Paixão de Cristo. O trabalho durou seis meses.

O Mercado Modelo é um equipamento que faz parte da história de Salvador e é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) há mais de 50 anos. As telas foram encomendadas a artistas baianos, no ano 2000 e, em função da ação do tempo, necessitavam de melhorias.

As pinturas ocupam o espaço de “janelas falsas”, correspondendo a dez telas no térreo e outras dez no primeiro andar do prédio. De acordo com o gerente de Patrimônio Cultural da FGM, Vagner Rocha, foi realizado um trabalho de identificação, estado de conservação e diagnóstico de cada obra.

“A restauração pode ser observada por quem passa pela Praça Visconde de Cayru. Muitas obras estavam com estado de conservação entre ruim e péssimo e exigiram da equipe de restauradores um trabalho minucioso de fixação dos tecidos na parede, enxerto nas áreas faltantes, limpeza da camada pictórica, reintegração das lacunas com tintas especiais e aplicação de camada protetora à base de verniz”, destaca. Três pinturas que ilustram o “Sincretismo na Bahia”, “Puxada de Rede” e “Omulu” precisaram ser removidas da parede e levadas ao ateliê do Studio Argolo, para aplicação de enxerto e "reentelamento".

Preservação da memória – Rocha considera que restaurar os painéis existentes na fachada é uma maneira de preservar o trabalho desses artistas baianos e realçar a beleza da edificação que testemunhou as transformações urbanas de Salvador. “Estamos cuidando de uma referência de memória histórica e cultural da nossa cidade”, disse.

O formato predominante das pinturas feitas em acrílico é de 2m a 2,70m de altura por 1,30m a 1,60m de largura. As melhorias realizadas incluem a fixação dos tecidos que apresentam descolamentos da parede, enxerto de tecidos nas áreas faltantes, através da aplicação de próteses, a aplicação de base de preparação feita com gesso e cola nas próteses e complementações do suporte.

Para a presidente da Associação dos Comerciantes do Mercado Modelo (Ascomm), Ana Lu Garrido, o restauro das obras tornaram a parte externa do mercado mais bonita. “Resgata a autoestima dos nossos comerciantes. A gente quer ver bonito, bacana e os turistas também. Eram obras que que estavam precisando de reparos. Estamos muito felizes com o resultado”, afirmou.

Requalificação – Como parte das ações da Prefeitura, a requalificação total do Mercado Modelo, importante ponto turístico e de venda de artesanato de Salvador, foi iniciado no primeiro semestre do ano passado e segue em curso. O investimento total é de cerca de R$15 milhões e, entre as melhorias, a gestão pública municipal irá constituir um espaço dedicado às artes visuais e à preservação da memória do edifício do equipamento. A medida será coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...